top of page

Senado rejeita indicação feita por Lula, de Roberto Albuquerque Roque, para o comando da DPU


O Senado rejeitou, nesta quarta-feira (25), a indicação do defensor público Igor Roberto Albuquerque Roque para o comando da Defensoria Pública da União (DPU). O nome foi escolhido pelo presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e chegou a ser aprovado na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), mas foi reprovado pela maioria dos senadores no plenário, com 38 votos contrários e 35 a favor. Para a aprovação, eram necessários ao menos 41 votos favoráveis.


A rejeição ocorreu depois de senadores da oposição afirmarem que Roque defende pautas polêmicas, como a descriminalização do aborto. O defensor público nega que defenda essas pautas e afirma que foi vítima de uma “campanha de desinformação”.


Igor Roque é ex-presidente da Associação Nacional das Defensoras e Defensores Públicos Federais (Anadef) e ficou em segundo lugar na lista tríplice elaborada pelo órgão para assumir o cargo. Ele ficou conhecido nacionalmente por atuar na defesa de Danilo Marques, um dos presos da Operação Spoofing, mais conhecida como Vaza Jato, em 2019.


Com a rejeição de Roque, o presidente Lula terá que escolher um novo candidato ao cargo de defensor público-geral da União.


Fonte: Gazeta Brasil

3 views0 comments

Comments


bottom of page