top of page

Relógio da Piaget dado a Lula por Jaques Chirac não consta em lista de presentes oficiais


O relógio de pulso da marca Piaget usado pelo presidente Lula não consta na lista de presentes oficiais da Presidência da República informados ao Tribunal de Contas da União (TCU). Avaliada em R$ 80 mil, a peça foi dada a ele pelo então presidente da França Jaques Chirac, em 2009. Na época, Lula estava em seu segundo mandato. A informação é da coluna Painel S.A., da Folha de São Paulo que teve acesso ao documento e não identificou o relógio.

A relação de presentes de Lula chegou ao TCU em 2016, quando itens desaparecidos da coleção dele e da ex-presidente Dilma Rousseff viraram alvo de um processo. Foram entregues 568 itens.Outros oito foram dados como perdidos e o presidente pagou cerca de R$ 11 mil em ressarcimento. Segundo a assessoria do TCU, o relógio não estava entre eles.


Foi o próprio presidente quem comentou do presente durante a live semanal “Conversa com o Presidente”, em julho deste ano. Na ocasião, Lula contou que recebeu o relógio durante as comemorações do Ano do Brasil na França e que a peça ficou perdida. Tempos depois, ele a encontrou em uma gaveta, depois da mudança e passou a usá-lo. O fez, inclusive, durante a campanha eleitoral de 2022.


O caso tem sido utilizado pelo ex-presidente Jair Bolsonaro para se defender do relógio Rolex dado a ele pela Arábia Saudita. Avaliado em R$ 360 mil, o modelo, cravejado de pedras preciosas, foi vendido nos EUA. O advogado ligado à família Bolsonaro, Frederick Wassef, o recomprou para que fosse devolvido, cumprindo uma determinação do TCU.


Fonte: Terra Brasil

37 views0 comments

댓글


bottom of page