top of page

Preso pela PF diz que ex-deputado é mandante da morte de Marielle Franco


Em depoimento à Polícia Federal (PF), o ex-capitão e candidato do PL a deputado estadual em 2022, Ailton Barros, disse que um ex-deputado estadual do Rio foi o mandante da morte da ex-vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes em 2018.


O nome do parlamentar não foi divulgado pela PF. Ailton foi ouvido pela PF depois de ser preso na Operação Venire da PF, acusado de participar de um esquema de fraude em carteiras de vacinação contra a Covid-19.


Uma conversa obtida pela PF entre o integrante do PL e o braço direito e assessor de Bolsonaro, Mauro Cid, revelou que Ailton Barros já sabia a resposta anteriormente, mas nunca havia ido a público revelar o nome do responsável.


Fonte: Gazeta Brasil

22 views0 comments

Comments


bottom of page