top of page

Pelo menos 4 câmeras de segurança do Palácio do Planalto foram desligadas instantes após a invasão


Documento encaminhado aos integrantes da CPMI dos atos de 8 de janeiro pelo Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República informa que pelo menos quatro câmeras de segurança do Palácio do Planalto foram desligadas instantes após a invasão do prédio.


Segundo o GSI, foram desativados dois equipamentos que estavam no 2º andar (rampa do Palácio e elevador leste), um que estava no mezanino e um quarto localizado no corredor leste do 3º andar do edifício.


O primeiro equipamento foi desligado às 15h32; a câmera do mezanino parou de funcionar às 15h34; a câmera do elevador leste do 2º andar parou às 15h59 e a localizada no terceiro andar foi desligada às 16h44. O equipamento do 3º andar voltou a funcionar às 19h29; os demais, apenas no dia 9 de janeiro.


“A filmagem foi interrompida por ação externa ao equipamento, ou seja, por ação humana, que ocasionou sua avaria ou ainda seu desligamento da alimentação”, informa o GSI. Contudo, o documento não detalha se o desligamento das câmeras foi uma ação dos vândalos ou de integrantes do Palácio do Planalto.


Créditos: Crusoé.

25 views0 comments

Comentarios


bottom of page