top of page

Para enfraquecer o crime organizado, mais de 14 presos são transferidos da Penitenciária Federal de Mossoró



O Ministério da Justiça e Segurança Pública informou, neste sábado (16/3), que realizou a transferência de 14 detentos de penitenciárias federais.


A prática é rotineira e o destino dos presos não é informado por questões de segurança. As transferências foram feitas entre quinta (14/3) e sexta-feira (15/3).


De acordo com o G1, os detentos saíram da Penitenciária Federal de Mossoró (RN), onde há um mês foi registrada a primeira fuga no sistema prisional federal.


O objetivo das transferências, de acordo com o ministério, é “garantir o enfraquecimento dos líderes do crime organizado”.


“O remanejamento de presos no âmbito do Sistema Penitenciário Federal é medida importante para seu perfeito funcionamento, pois visa impedir articulações das organizações criminosas dentro dos estabelecimentos, além de dificultar e enfraquecer possíveis vínculos nas regiões onde se encontram as Penitenciárias Federais”, informa a nota.


Deibson Nascimento e Rogério Mendonça fugiram do presídio de Mossoró em 14 de fevereiro. Esta é a terceira transferência realizada na unidade desde a fuga.


A primeira remanejou 23 presos, entre eles Fernandinho Beira-Mar, em 2 de março. Outro detento foi transferido na última quarta-feira (13/3).


Créditos: Metropoles

21 views0 comments

Kommentarer


bottom of page