top of page

Missão: missa grande, pregação, misseizão? Não, este é o partido criado pelo MBL




O Movimento Brasil Livre (MBL) anunciou neste sábado (4) a criação de um novo partido político, o Missão. A legenda será representada por uma onça pintada nas cores amarelo, preto e branco. A intenção é de que o novo partido esteja apto para concorrer já nas eleições de 2026.


Para entrar com pedido de registro na Justiça Eleitoral, o partido deve coletar pelo menos 550 mil assinaturas válidas dentro do prazo de dois anos. O fundador do MBL, Renan Santos, disse que a expectativa em relação à meta é bastante positiva.


“A gente se destaca por dar oportunidade à jovens, distantes do sistema político brasileiro, façam a política de maneira diferente. A gente vai fazer isso agora na escala que o Brasil precisa. Não adianta ter só um deputado, um vereador. A gente precisa fazer isso em escala industrial e fazer com que haja uma ruptura. Não é derrubar governo, nem nada. A ruptura é fazer política de um jeito diferente, sem roubar, sem vender propósito, sem trocar tudo a troco de voto e de popularidade”, declarou.


O Missão já definiu quatro temas prioritários: o fim de todos os privilégios do funcionalismo público, o endurecimento de leis penais, a declaração de guerra ao tráfico de drogas e uma política de industrialização do Nordeste.


Os projetos de centro-direita do Missão serão definidos pelos membros do partido a partir de uma cartilha lançada durante o Congresso. O livro amarelo, como ficou conhecido, abre espaço para a população sugerir e votar pautas.


Fonte: Gazeta Brasil

11 views0 comments

留言


bottom of page