top of page

Lula reservou pouco mais de R$ 300 mil para comprar cortinas


O governo Lula reservou pouco mais de R$ 300 mil para comprar cortinas para o Complexo da Presidência da República, que abrange os palácios do Planalto e seus anexos, da Alvorada, do Jaburu (Vice-Presidência), salas de unidades administrativas em Brasília e a Granja do Torto.


Conforme a encomenda, serão 512 metros quadrados (m²) de persianas verticais, giratórias e retráteis, com lâminas de 90 milímetros (mm) de largura em tecido revestido com blackout.

A primeira-dama Janja vistoria a organização do evento para a assinatura do Projeto de Lei do Programa Combustível do Futuro, no Palácio do Planalto


Há também a solicitação de 436 m² de “cortinas rolô em tela screen microperfurada de acionamento manual e passível de receber motor tubular 43 mm”.


A mercadoria prevê ainda a aquisição de 20 motores elétricos, dez controles remotos universais e trilhos suíços para a instalação dos produtos.


Justificativa do governo Lula para a compra

De acordo com o governo, a compra se justifica pela “grande área com vidro nas fachadas dos edifícios do Complexo da Presidência da República”.


“Faz-se necessária a contratação de empresa para o fornecimento, instalação e/ou substituição de persianas e cortinas, elemento que muito contribui no controle de incidência dos raios solares nos ambientes internos, além de proporcionar conforto e segurança aos ocupantes das salas das Unidades Administrativas”, diz o governo, no pedido.


Fonte: Revista Oeste

14 views0 comments

コメント


bottom of page