top of page

Israel vai negar visto a funcionários da ONU após fala do Secretário-Geral, Guterres


O governo de Israel anunciou nesta quarta-feira (25) que vai negar vistos de entrada para funcionários da ONU após o secretário-geral da entidade, António Guterres, afirmar que os ataques terroristas do Hamas em 7 de outubro “não aconteceram no vácuo”.


Durante discurso na ONU ontem (24), Guterres alegou que o ataque terrorista aconteceu pois os “palestinianos estão há 56 anos sob ocupação” dos israelenses.


“Devido às suas observações, recusaremos a emissão de vistos para representantes da ONU. Já recusámos um visto ao subsecretário-geral para os assuntos humanitários, Martin Griffiths.


Chegou a hora de lhes ensinar uma lição”, anunciou o embaixador de Israel na ONU, Gilad Erdan.


O presidente do Yad Vashem, memorial do Holocausto em Jerusalém, Danny Dayan, afirmou que Guterres “fracassou”.


“Aqueles que tentam ‘entender’, que buscam um contexto justificativo, não condenam os culpados e não pedem a libertação incondicional e imediata dos sequestrados falham no teste”, acrescentou Dayan.


Fonte: Gazeta Brasil

17 views0 comments

תגובות


bottom of page