top of page

Gleisi Hoffmann, subiu o tom com o agronegócio, nesta segunda-feira, 1º, e defendeu o MST


A presidente nacional do PT, deputada Gleisi Hoffmann, subiu o tom com o agronegócio, nesta segunda-feira, 1º, e defendeu o Movimento dos Trabalhadores Rurais Sem Terra (MST). Segundo a parlamentar, parte da categoria estaria cobrando a exclusão do MST do Conselhão, grupo criado para discutir políticas públicas no governo Lula.


“Que história é essa de questionar a participação do MST no Conselhão?”, interpelou a parlamentar, no Twitter. “É o maior movimento social organizado no Brasil e, quem sabe, no mundo. Representa boa parte da agricultura familiar e camponesa. Coloca comida no prato do povo. Parte do agronegócio brasileiro está mostrando prepotência e radicalismo, partidarizando o setor.”


O MST voltou aos holofotes depois da vitória de Lula. Neste mês, o ajuntamento de esquerda ganhou mais projeção, em virtude das invasões realizadas em meio ao “Abril Vermelho”. As mais recentes ocorreram no fim de semana, quando fazendas foram atacadas na Bahia e no Rio Grande do Norte.


Ainda durante a disputa pela Presidência da República, o então candidato Lula minimizou invasões feitas no passado pelo MST e atacou o agronegócio ao chamar produtores rurais de “fascistas”.


Fonte: Revista Oeste

22 views0 comments

Comments


bottom of page