top of page

"Esbanja", é assim que devemos chamar a primeira-dama agora


A primeira-dama, Rosângela da Silva, mais conhecida como Janja, ganhou um apelido entre parlamentares de oposição no Congresso. A socióloga é chamada pelos deputados e senadores críticos ao governo Lula (PT) de “Esbanja”. Segundo informações do colunista Paulo Cappelli, do portal Metrópoles, a ideia partiu do líder da oposição, deputado Carlos Jordy (PL-RJ).


– Quando vi a iniciativa dela de botar móveis de luxo na residência oficial, pensei no Esbanja. A postura dela nas viagens internacionais, fazendo compras e buscando holofotes, ajudou a fazer com o que o apelido se consolidasse no Congresso quanto nas redes – declarou Jordy.


Janja causou polêmica após o governo federal gastar R$ 196,8 mil em cinco móveis e um colchão para o quarto dela com o presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Segundo informações da Folha de S.Paulo, a despesa mais cara foi um sofá reclinável de R$ 65.140 e uma cama de R$ 42.230, ambas revestidas em couro italiano.


A esposa do presidente chegou a tentar adquirir uma mesa no valor de R$ 200 mil com dinheiro público, mas foi “brecada” pelo ministro-chefe da Casa Civil, Rui Costa.


Segundo a colunista Carla Araújo, do UOL, o argumento utilizado por integrantes da Casa Civil para vetar essa e outras compras foi a de que móveis com valores muito altos poderiam repercutir mal para o governo; o que, de fato, acabou acontecendo.


Fonte: Pleno News

28 views0 comments

コメント


bottom of page