top of page

“E Lula, mais uma vez, não demonstra qualquer compaixão pelas vítimas do Partido Comunista".


O jornal espanhol El País publicou nesta quinta-feira (27) uma entrevista com o presidente Lula, que voltou a ser ambíguo em diversas questões, principalmente no que diz respeito aos direitos humanos e ao acordo entre a União Europeia e o Mercosul, diz a Crusoé.


“Assim como ocorreu em uma entrevista para o canal RTP de Portugal, Lula foi convidado a falar sobre as violações de direitos humanos na China. Depois de uma resposta em que o presidente afirma que ‘os direitos humanos para mim estão por cima de tudo’, a jornalista comenta que a China é um país que detém ativistas e advogados. ‘Ninguém sabe o que acontece com as minorias no Tibet’, afirma a jornalista Pepa Bueno.”


“E Lula, mais uma vez, não demonstra qualquer compaixão pelas vítimas do Partido Comunista. ‘Não podemos pensar agora que a China é culpada do que está acontecendo no mundo. O problema não é só a China, mas os Estados Unidos, a França, o Reino Unido’, disse Lula.”


Fonte: O Antagonista

22 views0 comments

コメント


bottom of page