top of page

Delegado Ramagem e Deputado André Fernandes apresentam na PGR denúncia contra Ministro de Lula


Em uma postagem em suas redes sociais, o Delegado Ramagem informa que, junto com o Deputado André Fernandes representou junto à PGR, em face do Ministro do GSI de Lula, Gonçalves Dias, pelos crimes de:

1) Associação criminosa armada: art. 288, p. único, CP;


2) Abolição violenta do Estado Democrático de Direito: art. 359-L, CP;


3) Golpe de Estado: art. 359-M, CP;


4) Dano qualificado contra o patrimônio da União: art. 163, p. único, I, II, III e IV, CP;


5) Furto qualificado pelo rompimento de obstáculo: art. 155, § 4º, I, CP;


6) Prevaricação: art. 319, do CP;


7) Deterioração de patrimônio tombado: art. 62, I, da Lei 9.605/98;

Representou ainda, pela abertura de inquérito civil para apurar eventual prática de improbidade administrativa, nos termos da Lei n. 8.429/1992.



Sequência de fatos ocorridos:


1. Lula impõe sigilo das câmeras do Planalto gravadas no dia 08/01;


2. Com temor de uma CPMI, Governo PT barganha a retirada de assinaturas para impedir a investigação;


3. Sem sucesso na retirada de assinaturas, Lula adestra Pacheco e protela abertura da CPMI;


4. Imagens vazam e mostram suspeita de leniência, omissão e cumplicidade na conduta do GSI de Lula;


5. Após imagens divulgadas, Chefe do GSI de Lula cancela ida à Câmara, oportunidade que teria para esclarecimentos;


6. Chefe do GSI de Lula pede demissão do cargo de Ministro de Estado;


7. Lula convoca reunião de emergência no Planalto.


Escrito por Keven Oliveira


Veja cópia da representação, abaixo:






35 views0 comments

Comments


bottom of page