top of page

Caiado sonha com a Presidência da República e buscará apoio de Bolsonaro


O governador do estado de Goiás, Ronaldo Caiado (União Brasil), afirmou que sonha em ocupar a Presidência da República. Em entrevista concedida ao Metrópoles, o gestor confirmou que aceitaria disputar o Planalto em 2026, caso o União Brasil o escolhesse como candidato.

Caiado ainda ressaltou que, em uma eventual disputa à Presidência, buscará o apoio do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), que está inelegível por decisão do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). “Todos os partidos vão colocar nomes para disputar uma eleição normal, é normal isso. E sem dúvida, meu nome será colocado”, diz. “Ao chegar agora na minha faixa de idade, eu tenho condições exatamente de mostrar o que o Ronaldo Caiado fez na política nacional”. O governador, que está no 2º mandato (foi eleito para os dois em 1º turno), não pode disputar a cadeira estadual mais uma vez em 2026.

Como já ocupou o Legislativo (foi deputado federal por vários mandatos e senador em um mandato), considera que o próximo passo poderá ser a disputa ao Planalto. “Seria um sonho concretizado poder governar um país desse”, ressaltou. Mudança de partido e apoio de Bolsonaro No União Brasil, o nome mais forte atualmente para a disputa da Presidência em 2026 é justamente o de Caiado. No entanto, há especulações de uma possível migração a outro partido, como o Partido Liberal (PL), caso a legenda não o escolha candidato à Presidência. Na entrevista concedida ao Metrópoles, porém, o gestor disse não ver essa possibilidade.

Ele avalia que a candidatura deverá se ocupar de buscar boas alianças políticas. “Já que o ponto de defesa, ou seja, os princípios se assemelham, eu não vejo a menor dificuldade de nós compormos uma grande aliança de centro-direita no Brasil”, diz. Um dos apoios que ele espera contar é o do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). “Se eu tiver sucesso em uma candidatura, se eu for indicado, é lógico que vou buscar o apoio dele [de Bolsonaro]”, diz. A relação dos dois, porém, teve percalços nos últimos anos. Durante as Eleições de 2022, Bolsonaro apoiou outro candidato no 1º turno em Goiás, Major Vitor Hugo (PL), que ficou em terceiro lugar na disputa. Ainda assim, no 2º turno da disputa presidencial, Caiado anunciou apoio à candidatura à reeleição do então presidente.

Fonte: Metrópoles



36 views0 comments

Comentarios


bottom of page